Comemoração do 25 de Abril

 DSC 0077

Tanta flor que pode ter uma história…mas esta flor era uma vez num canto escuro da terra sem sol que lhe desse cor, sem um olhar que a tocasse, sem as mãos do vento que a fizessem estremecer”                                 

  Matilde Rosa Araújo, “História de uma flor”

No dia 25 de Abril de 1974 um golpe militar pôs fim ao Estado Novo e implantou um regime democrático. Em 1975, realizaram-se eleições livres para a Assembleia Constituinte e em 1976 uma nova Constituição consagra os direitos e liberdades dos cidadãos. Portugal ganhou prestígio entre as nações, muitos portugueses têm sido escolhidos para organismos internacionais, as nossas Forças Armadas participam em missões de paz, entrou na Comunidade Europeia, modernizou-se, melhorou o nível de vida dos portugueses, a saúde, a escolaridade para todos, a esperança de vida…

Apesar de todas estas conquistas, enfrentamos dificuldades como o desemprego, as desigualdades sociais, a baixa produtividade, entre outras.

Para que Abril se cumpra é urgente que cada um se sinta convocado para responder aos desafios do nosso tempo.

A nossa Escola também comemorou a Liberdade com várias atividades:

- Palestra com o  Almirante Martins Guerreiro, no auditório da Escola, nodia 18 de abril, às 14.00h. Alunos do 9º ano recitaram poesia de intervenção.

- Nodia 22 de abril, às 10.15h, performance de dança e música no recinto escolar.

- No dia 26 de abril, às 10.15h e às 11.30h -peça de teatro sobre o 25 de Abril (300 alunos). Assistiu também um grupo de idosos do lar Residência Bella Vida Viana – Areosa.

- Otradicional concurso sobre o 25 de Abril teve ampla participação, sobretudo ao nível do 2º ciclo.

- Durante vários dias foi transmitida Música de intervenção associada ao 25 de Abril.

Viva a Liberdade. Viva o 25 de Abril. Sempre!

O grupo disciplinar de História